Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Perdendo a cabeça...

Nesse post vou dar uma mudada. Vou sair da fisiologia e falar sobre zoologia, mais especificamente de um membro do filo dos artrópodes. Sendo assim, logo deduzimos que ele possui exoesqueleto quitinoso e apêndices articulados. Se eu especificar mais e disser que pertence ao grupo dos insetos, logo podemos pressupor que possui respiração traqueal, elimina suas excretas nitrogenadas por meio de túbulos de malpighi e tem circulação aberta (extravasa em lacunas corporais). Devaneios à parte, seu nome é dado pelo fato de quando estar em repouso, lembra uma pessoa orando. Isso mesmo! Estou falando do louva-a-deus. Para iniciar o assunto mais importante, farei uma breve apresentação:

O louva-a-deus ou cavalinho-de-deus (esse é novo pra mim!) é um inseto da ordem Mantodea. Há cerca de 2400 espécies de louva-a-deus, a maioria das quais em ambiente tropical e subtropical. Os louva-a-deus são insetos relativamente grandes, de cabeça triangular, tórax estreito com pronoto e abdômen bem desenvolvido. São predadores agressivos que caçam principalmente moscas e afídios. A caça é feita em geral de emboscada, facilitada pelas capacidades de camuflagem do louva-a-deus. Quando dois machos encontram-se, e caso um deles não se retire rapidamente em fuga, acontece uma luta fatal para um deles. Esta pugna começa com os contendores na posição de guarda dos boxeadores. O vencedor mata e se alimenta do vencido e, de barriga cheia, dorme um bom sono em posição de reza.

Contudo o mais interessante é o acasalamento. Na hora H o macho perde a cabeça. Literalmente! Isso porque durante ou depois do ato, a fêmea come sua cabeça e também o seu corpo (ainda bem que isso não se aplica aos humanos... Ufa!). Mesmo se sua cabeça for retirada durante o acasalamento, o seu corpo continua atuando para terminar fecundação. Nunca teve a oportunidade de ver tal cena? Não tem problema, você pode ver aki.

OBS: Veja o vídeo todo, pois no final da pra ver que mesmo sem cabeça, ele não desanima! (hehehe)

video

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

GAME OVER

O britânico Chris Staniforth, de apenas 20 anos, morreu com coágulos no sangue depois de ficar jogando Xbox durante 12 horas sem parar. Chris sofreu um bloqueio pulmonar quando desenvolveu uma trombose venosa profunda.

Chris contou ao amigo que começou a sentir dores no tórax logo após uma entrevista de emprego. "Ele deixou cair um pacote de goma de mascar e quando foi pegá-la, caiu para trás e começou a sofrer espasmos". Seu amigo chegou até chamar uma ambulância, mas os paramédicos não conseguiram salvá-lo.

Essa noticia saiu essa semana nos jornais do mundo inteiro. O garoto morreu de tanto jogar videogame! Mas o que exatamente causou a morte do britânico? E o que é TVP (trombose venosa profunda)? E o que pode nos causar a TVP?

A trombose é a formação de trombos (coágulos), por meio da coagulação do sangue em vasos sanguíneos. Esse coágulo pode se soltar, percorrer o corpo pela corrente sanguínea e entupir uma artéria ou veia. No caso do Chris, o trombo foi formado e se alojou em uma veia estreita do pulmão. O fluxo do sangue foi interrompido em um vaso do pulmão, o que chamamos de embolia pulmonar fatal, ocasionando a sua morte.

O coágulo foi formado pela falta de movimentação do corpo por um longo período. Nosso sangue possui anticoagulantes (inibem a coagulação – como o próprio nome sugere!) e procoagulantes (favorecem a coagulação). Quando há um desequilíbrio em favor dos procoagulantes, que no caso foi desencadeado pela diminuição da velocidade da circulação e estagnação do sangue dentro da veia, ocorre a formação de coágulos. Coágulo nada mais é do que uma aglutinação de hemácias, plaquetas, leucócitos e algumas proteínas.

Trazendo esse exemplo para o nosso dia-a-dia: devemos da mesma forma tomar cuidado quando viajamos por um longo sentado, pois também podemos desenvolver trombos. Deve-se caminhar e mudar a posição das pernas constantemente durante o percurso para evitá-los.

domingo, 31 de julho de 2011

Maldição do Futebol Americano

“Jogador de futebol americano universitário, Owen Thomas, de 21 anos, 1,88m e 110kg, enforcou-se em abril de 2010 em seu apartamento na Pensilvânia. Segundo parentes, o jovem sofreu um colapso emocional, já que nunca havia apresentado sintomas de depressão.”

“Jogador de futebol americano, Dave Duerson foi encontrado morto no último dia 17 de fevereiro, em sua casa, em um caso de suicídio.”

“O americano Terrell Owens, uma das principais estrelas do time de futebol americano Dallas Cowboys, tentou se suicidar com uma overdose de analgésicos. Owens disse ao amigo que estava deprimido.”

“O jogador de futebol americano Kenny McKinley, do Denver Broncos, foi achado morto em sua casa nesta segunda-feira. A suspeita é de que ele teria dado um tiro em si mesmo.”

O que temos em comum nos suicídios acima? Todos eram jogadores de futebol Americano e de acordo com amigos e familiares estavam num estado de tristeza. Essas mortes e tentativa ocoreram no ano de 2010. Será isso coincidência ou a maldição dos jogadores de futebol americano? Essa mandinga de jogadores de fut. Americano morrerem cedo, com depressão e suicidando-se pode ser explicada?

Na verdade estudos recentes mostram que isso não é uma coincidência. Os responsáveis por isso tudo são as pancadas ou concussões na cabeça às quais esses jogadores são submetidos. Existe uma proteína chamada proteína tau e ela é muito encontrada nos neurônios. São responsáveis pela estabilidade dos microtúbulos nas células. Quando se recebe pancadas regularmente, mesmo sendo fracas, são liberadas proteínas tau que se acumulam no cérebro. Quando essa proteína está em excesso, começa um quadro de atrofia cerebral. Doença chamada trauma crônico encefálico que causa demência e depressão assim como fraqueza e diminuição das atividades musculares. A partir de biopsias notou-se que cérebros de jogadores de futebol americano com traços da doença e que se mataram tinham seu cérebro tão danificado quanto a um homem de 90 anos com mal de Alzheimer.